William Voigt tem salário de 20 mil dólares mensais


Vinte mil dólares norte-americanos por mês é o valor reclamado pelo seleccionador nacional sénior masculino de basquetebol, William Bryant Voigt, correspondente ao salário estabelecido no contrato assinado com a Federação Angolana da modalidade (FAB), a que o Jornal de Angola teve acesso.

Face à incapacidade de a Federação pagar o montante em referência, acumulando dívida de mais de um ano, o técnico de 43 anos,de nacionalidade norte-americana, queixou-se junto do Tribunal Arbitral de Basquetebol (TAB), a fim de ver resolvido o imbróglio.

Deste valor, correspondente a 240 mil USD ano, não se incluem impostos, tratando-se por isso de receita líquida.
Os encargos com os impostos, refere o contrato assinado, na altura pelo presidente, agora demissionário, Hélder Martins da Cruz “Maneda”, são da responsabilidade da Federação. “A FAB será responsável por todos os impostos, alfândegas, direitos e outras retenções apropriadas. Este acordo deve ser interpretado de forma a permitir ao treinador “limpar” os valores líquidos aqui contidos”.

No mesmo ponto lê-se: “os valores aqui descritos devem ser líquidos e livres de todos e quaisquer impostos angolanos, e devem ser pagos em dólares americanos, numa conta domiciliada nos Estados Unidos, indicada pelo treinador”.
O vínculo de três anos, em vigor desde 1 de Outubro 2017 com término a 1 de Agosto de 2020, após a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio, Japão, adiados devido à propagação da pandemia da Covid-19, para 2021, obriga a entidade empregadora a pagar o salário no primeiro dia de cada mês.

Valor dos prémios

Lavrados documentalmente estão também os prémios. Em caso de conquista do Campeonato Africano das Nações, Afrobasket'2021, seriam pagos cinquenta mil dólares. Após a primeira fase, o valor é de dois mil e quinhentos dólares por vitória. Num Campeonato do Mundo, terminar em oitavo valeria para Will Voigt a soma de dez mil dólares. Se terminasse nas três primeiras posições no Mundial, e entre as quatro nas Olimpíadas de 2020, a soma seria de cinquenta mil dólares.

Por cada vitória no Mundial e Jogos Olímpicos, o prémio é de cinco mil dólares. Neste caso, a Federação reserva-se ao direito de atribuir outro bónus especial. Os referidos valores devem de ser pagos até 30 ou no mês em que forem ganhos.