UEFA apoia projetos em Angola para promover educação através do futebol


Angola é um dos quatro países da África subsariana com projetos apoiados pela Fundação da UEFA para as Crianças, para proporcionar às crianças um maior acesso à educação através do futebol, anunciou esta sexta-feira o organismo europeu.

Crianças de Angola, Camarões, RD Congo e Uganda vão beneficiar de uma parceria da Fundação da UEFA com a Inter Futura, uma organização sob a égide do Inter Milão, tal como já acontece em Israel e Palestina e na Venezuela.

"Estou satisfeito que esta parceria entre a Inter Campus e a Fundação da UEFA para as Crianças possa prosseguir durante mais dois anos", disse o argentino Javier Zanetti, vice-presidente do Inter Milão.

O projeto chama-se "Black'n Blue" e tem como objetivos melhorar a educação de crianças e atenuar as desigualdades de género, encorajando a participação de raparigas, com o desporto e o futebol a servirem de catalisador.

"A melhoria da saúde e prevenção do crime, utilizando o futebol como uma ferramenta preventiva e de desenvolvimento para crianças em risco" são as prioridades apontadas para o projeto a desenvolver em Angola, de acordo com a UEFA.

Cada um dos países vai receber quatro ações de uma semana, preparadas com base na experiência da Inter Campus e com a orientação dos parceiros locais, abrangendo um total de 1.500 crianças.

"Seja em campos de refugiados em todo o mundo, nos subúrbios problemáticos das cidades europeias ou nas zonas de conflito esquecidas, todas as atividades apoiadas pela Fundação da UEFA para as Crianças reforçaram o meu desejo de ver o futebol europeu assumir o seu papel no desenvolvimento social dos jovens, em todo o mundo", sublinhou o presidente da UEFA, o esloveno Aleksander Ceferin.

Record