PROPRIV: Cronograma prevê alienação de mais de 20 empresas estatais até 2022


O cronograma do Programa de Privatizações, prevê até 2022, alienar cerca de 21 activos estatais.

Segundo dados em posse deste portal, as empresas a serem alienadas através da Bolsa da Dívida e de Valores de Angola (BODIVA), estão ligadas ao sector das telecomunicações e tecnologias de informação, recursos minerais e petróleo, transportes e sector financeiro.

O programa que conta com a assessoria técnica da Parpública, sociedade portuguesa gestora de participações sociais, prevê para 2020, as privatizações da ACS - Angola Comunicações e Sistemas, ALDEIA NOVA, BCGA, BCI, MS TELECOM, MULTITEL, SDZEE, Sonangol Cabo Verde, TV Cabo Angola, Lda e a ENSA.

Para 2021, será a vez da Angola Cables, Angola Telecom, Banco Económico, BODIVA, S.A, SONAIR, SONAMET , SONANGALP e a companhia aérea de bandeira, TAAG.

A SONANGOL E.P e a ENDIAMA, serão privatizadas em 2022.

O Programa de Privatizações está alinhado com o Programa de Desenvolvimento Nacional 2018-2022 e enquadra-se no âmbito da Reforma das Finanças Públicas, tendo em vista a promoção da estabilidade macroeconómica, o aumento da produtividade da economia angolana e o alcance de uma distribuição mais equitativa do rendimento nacional.

Nesta perspectiva, a redução da participação do Estado na economia como produtor directo de bens e serviços e a promoção de condições favoráveis à iniciativa privada, ao investimento estrangeiro e a aquisição de know-how e competências específicas são as linhas condutoras da reestruturação e redimensionamento do Sector Empresarial Público.