Os 5 maiores multimilionarios do mundo em 2020


A riqueza das pessoas mais abastadas do mundo não está imune ao coronavírus. À medida que a pandemia avança pelos países, os mercados reagem e o impacto nas suas fortunas tem sido notório. Quando a lista da revista Forbes dos multimilionários do mundo foi finalizada, a 18 de março de 2020, a publicação somava 2095 multimilionários, 58 a menos do que em 2019 — e 226 (!) a menos do que apenas 12 dias antes, quando iniciaram o cálculo do património líquido. Dos que permaneceram, 51% está mais "pobre" do que no ano passado, pois valem US$ 8 milhões de bilhões (€ 7,38 milhões de bilhões), uma queda de 646,18 mil milhões de euros em relação a 2019.

Segundo o Jornal de Negócios, o  presidente e CEO da Amazon, Jeff Bezos, é a pessoa mais rica do mundo pelo terceiro ano consecutivo, com as ações da empresa a valer ainda mais — A gigante do comércio eletrónico está a contratar 100 mil funcionários em período integral e parcial para atender à demanda dos consumidores que estão em casa a fazer compras online. Por isso, a Forbes criou mesmo um website onde pode acompanhar em tempo real quem permanece no ranking dos mais ricos do mundo.

5º. Mark Zuckerberg, 35 anos. Fortuna: Facebook, US$ 67,3 mil milhões (€ 62,13 mil milhões)




 Buffett, 89 anos. Fortuna: Berkshire Hathaway, US$ 73,4 mil milhões (€ 67,76 mil milhões)




. Bernard Arnault e família, 71 anos. Fortuna: LVMH, US$ 92,8 mil milhões (€ 85,67 mil milhões)




2º Bill Gates, 64 anos. Fortuna: Microsoft, US$ 103,1 mil milhões (€ 95,17 mil milhões)




 Bezos, 56 anos. Fortuna: Amazon, US$ 142,6 mil milhões (€ 131,64 mil milhões)