"O país corre o risco de evoluir para a situação de transmissão comunitária"


O Presidente da República alertou, em Luanda para o “sério risco” de o país evoluir para uma situação de transmissão comunitária, se se abrandarem as medidas até aqui impostas pelo Estado de Emergência.

Numa mensagem sobre a prorrogação do Estado de Emergência,  João Lourenço afirmou que, “se tivermos em conta que temos 16 casos de transmissão local, segundo os entendidos na matéria, corremos o sério risco de evoluir para a situação de transmissão comunitária, se afrouxarmos, agora, as medidas até aqui impostas pelo Estado de Emergência em vigor”.

João Lourenço garantiu que o Executivo continuará a disponibilizar recursos para equipar os centros de tratamento existentes, construir novos hospitais de campanha, instalar mais laboratórios de testagem da Covid-19, de preferência em outras capitais provinciais, aumentar a disponibilidade de ventiladores e de material de biossegurança.

O Governo, acrescentou, o Presidente da República  também vai incrementar as acções de formação específica do pessoal médico e paramédico, que todos os dias enfrenta o perigo de se expor perante aqueles cujas vidas estejam ameaçadas pelo vírus e que importa salvar.