Finanças aposenta ex-ministro


O Ministério das Finanças desvinculou do seu quadro de pessoal para efeitos de aposentação, o ex-Ministro Job Graça, que apôs a sua saída do governo, exercia funções de Assessor Principal no Ministério liderado por Vera Daves.

Graça que até 2017 ocupou a pasta de Ministro do Planeamento e do Desenvolvimento Territorial, é um economista e docente universitário formado na Universidade de Essex,  Reino Unido.

No governo de José Eduardo dos Santos, exerceu igualmente as funções de Vice-Ministro do Planeamento, Vice-Ministro da Economia, Vice-Ministro da Finanças e Vice-Ministro dos Transportes.

O ex-governante que conta actualmente com 60 anos, exerceu igualmente  no aparelho de estado entre outras funções, a de Director Nacional da Assistência Técnica da secretaria de Estado da cooperação (1984-1987),  Secretario de Estado da Coordenação Económica (Fevereiro 2010 - Outubro 2010) e Vice - Ministro do Planeamento para Área Macroeconómica (Outubro 2010 - outubro 2012);

Foi Professor Assistente para as Cadeiras de Métodos Quantitativos para Economistas e de Desenvolvimento Económico na  University of Essex, Reino Unido da Grã-Bretanha e irlanda do Norte, entre 1995-1997 e Professor Associado na Cadeira de Desenvolvimento Económico na  Universidade Católica de Angola (UCAN- 2003- 2013). 

Além de Job Graça, também foi para reforma, Emanuel Maria Maravilhoso Buchartts. Jurista de formação, exerceu durante 19 anos a função de “director de  gabinete do Ministro”, tendo servido oito ministros das Finanças, nomeadamente,  Augusto Tomas, Mário de Alcântara Monteiro, Joaquim David, Júlio Bessa, José Pedro de Morais, Zeferino de Morais, Carlos Lopes e Armando Manuel.