Falta de serviços preocupa moradores do Zango 5


A Centralidade do Zango 5, localizada no município de Viana, em Luanda, é a mais recente urbanização erguida na capital, que está em fase de ocupação das residências, mas alguns moradores que estão lá a residir, há dois meses, reclamam da falta de quase tudo.

Segundo o Jornal de Angola, na zona falta hospitais, transportes públicos, lojas, mercados, restaurantes, esquadra policial e sistema de recolha de lixo eficiente. Na companhia do esposo e filhos, Rita Bandua, 26 anos, está na Centralidade do Zango 5, há dois meses. Confessa em entrevista ao JA que está ser difícil viver naquela zona, porque falta quase tudo.

Para ela, a falta de meios de transportes públicos e de outros serviços essenciais, constituem uma “dor de cabeça” para quem vive na Centralidade do Zango 5. Com a excepção a uma escola que já está a funcionar, os habitantes daquela urbanização são obrigados a recorrem a bairros muito distantes para adquirirem bens e serviços.

JA