Ex-presidente do Sporting de Portugal está livre do caso Alcochete


 Marcial Batunina

O antigo presidente dos Leões Bruno de Carvalho, vê seu nome retirado do processo de ataque à academia do Sporting após um longo periodo em que viu-se arrolado no escândalo.

A juíza Sílvia Pires retirou todos os factos considerados não substanciais dos elementos da acusação do caso da invasão ocorrida.
Entre as várias acusações, uma das principais citadas pelo jornal luso Expresso, é que caem as acusações de que tinha sido alvo o ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho, algo que já tinha ficado implícito durante a fase de julgamento que se realizou no tribunal de Monsanto, em Lisboa, pouco antes da COVID 19, o Ministério Público tinha já pedido a sua absolvição.

Refira-se que para além do nome de Bruno de Carvalho, o mesmo também acontece com Bruno Jacinto e Nuno Mendes «Mustafá», que foram inicialmente apontados como autores morais do incidente. Recorda-se que leitura da sentença ainda não tem data marcada.