Emirates torna-se na primeira companhia a fazer testes rápidos para a Covid-19


A Emirates começou esta semana a fazer exames de sangue rápidos em todos os voos, que partem do Dubai.

De acordo com um comunicado da companhia, citado pelo Jornal Mercado, o primeiro teste foi realizado pela Autoridade de Saúde de Dubai (DHA) e os resultados estavam disponíveis em 10 minutos. Este teste foi realizado na área de check-in em grupo, do Terminal 3 do Aeroporto Internacional de Dubai.

Adel Al Redha, director de operações da Emirates, disse que o processo de teste foi tranquilo e gostariam de aproveitar esta oportunidade para agradecer à Autoridade de Saúde de Dubai por suas iniciativas e soluções inovadoras. “Isso não seria possível sem o apoio do Aeroporto de Dubai e de outras autoridades governamentais. Estamos a trabalhar em planos para ampliar os recursos de teste no futuro e estendê-los a outros voos. Isso permitirá realizar testes no local e fornecer a confirmação imediata aos passageiros da Emirates que viajam para países que exigem certificados de teste COVID-19”, disse. Humaid Al Qutami, director-geral da Autoridade de Saúde de Dubai (DHA), referiu que estão felizes em trabalhar com a Emirates na implementação bem-sucedida dos testes rápidos COVID-19 no aeroporto.

"Para combater a COVID-19 trabalhamos proativamente com várias organizações governamentais e o sector de saúde privado, implementamos todas as medidas necessárias, desde a protecção da saúde pública até a prestação de serviços de saúde de alta qualidade, em conformidade com as mais recentes directrizes internacionais. Acreditamos firmemente que as soluções mais eficazes exigem parcerias estreitas com outras organizações do sector público e privado”, disse Humaid Al Qutami.

As formalidades de check-in e embarque da companhia aérea também foram adaptadas com o distanciamento social. Barreiras de protecção foram instaladas em cada balcão de check-in para fornecer medidas de segurança adicionais dos passageiros e funcionários durante qualquer interacção. Luvas, máscaras e desinfetantes para as mãos foram obrigatórios para todos os funcionários do aeroporto.

De acordo com o comunicado, também é necessário que os passageiros usem suas próprias máscaras no aeroporto e a bordo da aeronave e sigam as diretrizes de distanciamento social. A Emirates modificou seus serviços de bordo por razões de saúde e segurança.