Companhia acusa Kobe Bryant e restantes passageiros de «negligência»


O trágico acidente que vitimou Kobe Bryant, a filha Gigi, e outros sete ocupantes de um helicóptero, continua a dar que falar. Depois de Vanessa Bryant ter acusado a companhia de homicídio por negligência, chegou a resposta.

 

«Quaisquer ferimentos ou danos causados às partes queixosas e /ou falecidos foram diretamente causados, em parte ou na íntegra, pela negligência ou culpa das partes queixosas e/ou dos seus falecidos», pode ler-se num comunicado enviado ao LA Times.

 

Os advogados da companhia frisam que todos os passageiros estavam cientes dos riscos que corriam durante a viagem e que entraram voluntariamente na aeronave. Assim, não pode ser imputada nenhuma responsabilidade a Ara Zobayan, piloto que também veio a falecer.