Clientes de private banking crescem 28% no Banco Atlântico Europa


Com uma manutenção dos seus rácios de solidez e com uma liquidez robusta. Assim terminou o ano de 2019 para o Banco Atlântico Europa, que no seu relatório e contas referente a 2019 reporta ativos totais de 751 milhões de euros e um produto bancário de 20 milhões de euros.

Segundo o apurado, os recursos de clientes fora de balanço foram uma das rubricas que contribuiu positivamente para o valor referido. No documento é apontado um incremento dos recursos fora de balanço de 2,8%, totalizando em 2019 os 154,55 milhões de euros.


Uma das grandes conquistas alcançadas pela instituição prendeu-se com o crescimento do portefólio de clientes em 35%, tendo sido ultrapassada a barreira dos 32 mil clientes. Um crescimento que teve a “ajuda” do segmento de private banking da instituição, já que a este nível houve um crescimento de 28% no número de clientes. Este aumento, escrevem, potencia “de forma correspondente, o aumento de oportunidades de investimento identificadas para clientes de geografias tão diversas quanto os seus próprios interesses pessoais e empresariais”.

Nota ainda para o facto de as comissões líquidas terem ascendido a 11 milhões de euros em 2019, o que representou um decréscimo de 25% face ao período homólogo. O seu valor situou-se nos 14,8 milhões de euros.