Idosos e portadores de VIH-Sida incluídos Programa de apoio às famílias vulneráveis


Idosos, portadores de VIH-Sida e de outras doenças, serão abrangidos no Programa de Transferências Sociais Monetárias criado para aatender às famílias mais vulneráveis.

 A garantia foi dada pelo coordenador do grupo técnico do programa e secretário dos Assuntos Económicos do Presidente da República.

Segundo Lopes Paulo, o ajuste surge em função do contexto emergencial que o país e o mundo estão a viver. 

De acordo com o Jornal de Angola O Programa de Transferências Monetárias, que é parte do amplo Programa de Fortalecimento da Protecção Social em Angola, tem a fase piloto projectada para começar em Maio deste ano e deve beneficiar, com 8.500 kwanzas, para cada uma das 1.608.000 (um milhão e seiscentos e oito mil famílias).

Para já, os municípios do Nzeto (Zaire), Cambundi Catembo (Malanje), Cacula (Huíla), Cuito Cuanavale (Cuando Cubango) e Ombadja (Cunene), devem beneficiar do programa, na fase piloto. As famílias daqueles municípios poderão ter este beneficio social durante 12 meses.  A previsão é que sejam beneficiadas, até 31 de Dezembro do ano em curso, 300 mil famílias, incluindo as cinco mil da fase piloto.